Cidadania Iguapense


ALÔ, ALÔ, RESPONDE



Escrito por Reinival Paiva às 17h21
[ ] [ envie esta mensagem ]


RÉU-ELEITO

IGUAPE

Eleitores: 22 308

Alckmin: 8 624

Lula: 7 310

Brancos: 159

Nulos: 435

Votantes: 16 538

Abstenção: 5 770

 

ILHA COMPRIDA

Eleitores: 7 733

Alckmin: 2 789

Lula: 2 232

Brancos: 51

Nulos: 121

Votantes: 5 193

Abstenção: 2540

 

CANANÉIA

Eleitores: 9 334

Alckmin: 3 921

Lula: 2 649

Brancos: 46

Nulos: 177

Votantes: 6 793

Abstenção: 2 541

 

REGISTRO

Eleitores: 40 357

Alckmin: 17 087

Lula: 12 636

Brancos: 301

Nulos: 630

Votantes: 30 654

Abstenção: 9 703

 

PARIQUERA-AÇU

Eleitores: 13 683

Alckmin: 5 381

Lula: 4 907

Brancos: 111

Nulos: 229

Votantes: 10 628

Abstenção: 3 055


Escrito por Reinival Paiva às 19h14
[ ] [ envie esta mensagem ]


"OTRAVEIS"



Escrito por Reinival Paiva às 12h25
[ ] [ envie esta mensagem ]


RESUMO DO DEBATE

 "A quadrilha do PCC está presa, mas a quadrilha do planalto está solta!"

 

Photobucket - Video and Image Hosting

Passa a régua!!!



Escrito por Reinival Paiva às 10h08
[ ] [ envie esta mensagem ]


HOJE TEM DEBATE

00rs1027b.jpg



Escrito por Reinival Paiva às 12h16
[ ] [ envie esta mensagem ]


QUE ALÍVIO

heringer.JPG



Escrito por Reinival Paiva às 00h01
[ ] [ envie esta mensagem ]


"E AÍ, DOUTOR?"

Sem tempo para nada, viajando e correndo muito, volta e meia, de passagem, sou indagado sobre o andamento de tantas ações em relação aos “governantes” locais.

 

Como, por exemplo, em relação à liminar concedida ao alcaide de Iguape que, não obstante condenado por sentença transitada em julgado, foi agraciado com liminar inconsistente, permanecendo deste modo no cargo, provisoriamente, enquanto não julgado em definitivo o processo que ajuizou. “Mas quando se dará este julgamento”, me perguntam? Não sei. O Poder Judiciário é essa máquina emperrada que conhecemos e teima em não se modernizar e aparelhar.

 

Em contrapartida, há vezes que esse mesmo Poder Judiciário claudicante consegue atuar de modo mais célere e eficaz, a exemplo do recente afastamento do marido da presidente da Câmara de Vereadores, cujo cargo na estrutura da casa ocupava de forma ilegal, segundo entendimento do Ministério Público e Poder Judiciário. De qualquer modo, já aviso, estas são decisões liminares, sempre sujeitas a recursos e, portanto, de serem modificadas a qualquer momento. Como, aliás, algum tempo atrás, ocorreu em relação ao afastamento da própria presidente da Câmara Municipal. Mas fica o desgaste político.

 

No ano passado ajuizei ação popular contra o alcaide, o Município de Iguape e o cidadão Louis Paulo Pássaro Bouchet, buscando a nulidade da contratação do referido cidadão, por ilegalidade (ausência de motivação), para coordenar a venda de espaços para a Festa de Agosto de 2005 (também objeto de outras ações cabeludas em andamento). A sentença veio este ano e confirmou a liminar antes concedida, declarando a nulidade do ato e condenando os envolvidos a devolverem aos cofres públicos os valores recebidos irregularmente.

 

Essa é a dinâmica da Justiça. E diante desse quadro, só nos resta aguardar as conclusões de inúmeras diligências e investigações que estão sendo realizadas pelo Ministério Público, pois delas poderão surgir novas ações judiciais, seja envolvendo a presidente da Câmara de Vereadores (referentemente a ligações telefônicas e aquisição suspeita de material de informática), seja envolvendo a Prefeitura Municipal, pela aquisição de livros por preço superfaturado. Além de outras questões.

 

Enfim, é o que temos, e não é pouco. O que não podemos é desanimar ou nos deixar intimidar. Apesar das dificuldades, é preciso agir de forma regular, devagar e sempre, sem pirotecnia, buscando a proteção do interesse público e fazendo valer o que está assegurado por lei. O mais virá por acréscimo.



Escrito por Reinival Paiva às 12h02
[ ] [ envie esta mensagem ]


POUCAS & BOAS

Já nas bancas a edição de outubro da Tribuna de Iguape. Reproduzo aqui minha coluna, como faço todos os meses, comemorando o fato de que, há um ano, em 04 de outubro de 2005, teve início este blog Cidadania Iguapense, justamente com a coluna Poucas & Boas. Obrigado a todos! 

 

* * * * *

 

Iguape nas eleições (1) - Em Iguape, destaca-se, de plano, o número superior à média nacional de abstenção, aqui atingindo o patamar de 24,30% do eleitorado. Dos 22308 eleitores de Iguape aptos a votar (e o alcaide provisório não estava, como já se sabe), 5420 não compareceram.

 

Iguape nas eleições (2) - Para presidente, Alckmin recebeu 54,20% dos votos válidos; Lula 36,77%; Heloisa Helena 7,08% e Cristovam Buarque 1,75%. Votos brancos somaram 2,98% e nulos 4,43%. Frise-se que, na região, Lula só venceu em Barra do Turvo e em Iporanga, enquanto Alckmin ganhou em todos os demais municípios, e com larga vantagem. Em relação à eleição de 2002, e sem trocadilho, Lula perdeu voto pra chuchu!

 

Iguape nas eleições (3) - Para governador, Serra obteve 11116 votos ou 70,96% dos votos válidos. Mercadante ficou com 3639 (23,23%). Quércia, do partido do alcaide e por ele apoiado, obteve mirrados 410 votos (2,62%). Carlos Apolinário, 196 votos. Plínio de Arruda Sampaio, 158. Votos brancos somaram 519 e nulos, 703. Serra ganhou em todas as cidades do Vale do Ribeira.

 

Iguape nas eleições (4) - Parabéns a Márcio França e a Samuel Moreira, apresentados como representantes do Vale, pela eleição. Esperemos que, efetivamente, trabalhem em prol do Vale, não só colaborando na liberação de verbas que interessem, mas, principalmente, contribuindo com ações eficazes para nosso desenvolvimento, destacando-se a necessidade de fiscalizar a real destinação dessas verbas, evitando a contumaz malversação do dinheiro público.

 

Cassado? – Pois é, muito embora permaneça no cargo provisoriamente, em virtude de liminar judicial, o Prefeito não conseguiu votar em seus candidatos, pois, seu título eleitoral está cancelado. Um tremendo paradoxo: não pode votar e permanece no cargo. Sorte de seus correligionários. Assim, pelo menos não tem autoridade para cobrá-los.

 

Ai, que Haifa A candidata do PDT, Haifa Madi, começou com tremendo barulho na região, mas, no final das contas, deixou um rastro de dívidas e compromissos. Reflexo dessa irresponsabilidade é ilustrado com a votação em Pariquera-Açu: míseros dois votos. Começou, bem, hein?! E mais, será que as dívidas serão debitadas em sua conta de campanha?



Escrito por Reinival Paiva às 10h29
[ ] [ envie esta mensagem ]


cont.

Bastidores forenses (1) - A Juíza de Direito da 1ª Vara Cível de Iguape concedeu liminar pedida pelo o Ministério Público para afastar o cidadão Marek Szozda, marido da presidente da Câmara de Iguape, do cargo de Chefe de Gabinete da Câmara Municipal. Para o Ministério Público, a vereadora Eleni, ao nomear seu marido para o cargo, o fez com fins de favorecimento pessoal, ferindo a impessoalidade administrativa, na medida em que buscou fazer da administração extensão do seu lar, clássico caso de nepotismo. Outro motivo apontado foi o fato de o marido da Presidente ser estrangeiro (polonês), sem direitos políticos nacionais, de modo que não pode exercer cargo, emprego ou função pública.

 

Bastidores Forenses (2) - Pelos corredores do fórum local correm notícias de que a empresa pública Bimunicipal Iguape-Ilha Comprida vai ter que apresentar ao Ministério Público motivos para a distribuição de inúmeros cartões de isenção de passagens no pedágio, cartões concedidos de modo indiscriminado a alguns cidadãos próximos ao poder (entre os quais se encontra ilustre e futuro deputado estadual). Imaginem, caros leitores, que até a empresa privada de transportes Intersul é beneficiada pela isenção. É esperar para ver e, enquanto isso, os simples mortais continuamos pagando a conta.

 

Bastidores Forenses (3) – A Promotoria Pública local ajuizou Ação Civil Pública (mais uma) contra o prefeito provisório de Iguape e outros agentes públicos, acusando-os da prática de ato de improbidade administrativa, em virtude de fraude no procedimento licitatório referente à aquisição de barracas da empresa “Toldos e Tendas Tenório Ltda” para a Festa de Agosto de 2005. Segundo o promotor Alexandre de Palma Neto, a fraude consistiu na “escolha prévia da empresa”, mediante “propina”, e contratação por preço “superfaturado”, tudo para “lucro comum do grupo acusado”. Aponta danos ao erário e pede a condenação dos envolvidos, como ainda ressarcimento dos danos causados. Aguardemos.

 

Bastidores Forenses (4) – Reproduzi no blog Cidadania Iguapense a íntegra da denúncia ofertada pelo Ministério Público contra a presidente da Câmara, vereadora Eleni, que a acusa da prática do delito de peculato (utilização de bem público em benefício próprio ou alheio), em virtude do turismo legislativo por mim citado em páginas da Tribuna de Iguape do mês de novembro de 2005. A denúncia foi aceita e a presidente da Câmara sentará no banco dos réus no dia 7 de março de 2007, para ser interrogada pela Justiça.

 

Estação Florida – “Vê, estão voltando as flores. Vê, esta estação tão linda”. É primavera. Felicidades a todos. Fora Lulla!

 

Mês que vem tem mais.



Escrito por Reinival Paiva às 10h27
[ ] [ envie esta mensagem ]


IGUAPE NAS ELEIÇÕES

Em Iguape, destaca-se, de plano, o número superior à média nacional de abstenção, aqui atingindo o patamar de 24,30% do eleitorado. Dos 22308 eleitores de Iguape aptos a votar (e o alcaide provisório não estava, como já se sabe), 5420 não compareceram.

 

Para Presidente, Alckmin recebeu 54,20% dos votos válidos; Lula 36,77%; Heloisa Helena 7,08% e Cristovam Buarque 1,75%. Votos brancos somaram 2,98% e nulos 4,43%. Frise-se que, na região, Lula só venceu em Barra do Turvo e em Iporanga, enquanto Alckmin ganhou em todos os demais municípios, e com larga vantagem. Em relação à eleição de 2002, e sem trocadilho, Lula perdeu voto pra chuchu!

 

Para Governador, Serra obteve 11116 votos ou 70,96% dos votos válidos. Mercadante ficou com 3639 (23,23%). Quércia, do partido do alcaide e por ele apoiado, obteve mirrados 410 votos (2,62%). Carlos Apolinário, 196 votos. Plínio de Arruda Sampaio, 158. Votos brancos somaram 519 e nulos, 703. Serra ganhou em todas as cidades do Vale do Ribeira.

 

Para o Senado, Afif abiscoitou 59,47% do eleitorado iguapense, equivalente a 8376 votos. O sonado Suplicy, por fim vitorioso no Estado, em Iguape ficou apenas com 34,46% ou 4854 votos. Alda Marco Antônio, do partido do alcaide, obteve 413 votos ou 2,93%.

 

Para deputado estadual, o “Candidato do Vale”, Samuel Moreira (PSDB), obteve 7259 votos ou quase 50% dos votos válidos em Iguape (exatos 48,14%), elegendo-se, de forma consagradora, com 109220 votos no total, o primeiro representante do Vale na Assembléia Legislativa. Samuel obteve 78160 votos no Vale, vencendo em todos os municípios da região e Peruíbe. 

 

Dos candidatos a estadual ainda que se elegeram e em Iguape receberam voto, o do alcaide obteve 712 votos. Luciano Batista (PSB), presidente da Câmara de Vereadores de São Vicente e companheiro de Márcio França, obteve 390 votos. Haifa Madi (PDT), 326 votos. Entre os candidatos que não se elegeram, Marcelo Bueno (PTB) ficou com 703 votos. E Edmur Mesquita (PSDB), “apoiado pelo cap.” (sic), 321 votos.

 

Para a Câmara Federal, o ex-prefeito de São Vicente Márcio França (PSB) obteve expressivos 4169 votos (26,77%) em Iguape, elegendo-se o oitavo deputado federal mais votado no Estado, com 215388 votos. Na seqüência, também eleitos, Arnaldo Madeira (PSDB), 1864 votos (11,97%); Arnaldo Jardim (PPS), 918 votos; e Ricardo Trípoli (PSDB), 498. O candidato do alcaide, Frade, obteve meros 478 votos e expia no convento dos não-eleitos.

 

Como nada é perfeito, Maluf (mesmo sem fazer campanha) obteve em Iguape 364 votos, mas a culpa não é só nossa, pois com 739827 votos tornou-se o candidato mais votado do Estado nestas eleições! E candidatos envolvidos nos escândalos petistas (mensalão, sanguessugas etc) também foram prestigiados pelo eleitorado iguapense, como de resto em muitos lugares.

 

E vem aí a guerra santa, digo, o segundo turno!


Escrito por Reinival Paiva às 16h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, IGUAPE, Centro, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Livros, Política, Pescaria
MSN -



Histórico
01/12/2007 a 31/12/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog